3 de out de 2013

Filosofia Cad 2013-14

 
 
Aos alunos do 10º ano:
 
Com o início do novo ano escolar há "velhos problemas" que se recolocam... Em primeiro lugar deve ter-se em conta que um problema é algo positivo. É um estímulo que leva à procura de soluções exigindo criatividade, força de vontade, e a consciência de que o ser humano se define por poder evoluir e superar a si mesmo... Os problemas enfrentam-se, desviar deles é dar-lhes maior dimensão. Infelizmente só muito tarde se percebe isto.
 
Em segundo lugar, a disciplina de filosofia não tem por objetivo levar os alunos a um adotar/decorar de ideias para depois as repetir nas avaliações de modo, mais ou menos, clonado. Como estudar filosofia? Que é que o professor pretende com esta, ou aquela, questão? Por que razão o professor só atribuiu esta nota ao teste, ou a esta pergunta?
 
Na verdade, as dificuldades na disciplina, na maioria dos casos, não têm a ver com ela própria. Muitas vezes a falta de hábitos de estudo, o saber estar em aula com atenção e capaz de tirar apontamentos completos e relevantes, as dificuldades de analise e interpretação de textos, ter força de vontade para trabalhar e não desistir perante as dificuldades, etc.
 
O estudo desta disciplina revela boa parte destas dificuldades exigindo aos alunos um rigor a que ainda não estão habituados pois entraram no novo mundo do secundário e estão, também, no auge das suas próprias transformações físicas e intelectuais.
 
Que estratégia a adotar?
 
Trabalhar e não desistir! Os bons resultados aparecem sempre quando há esforço, empenho. O contrário é muito pouco provável.
 
Quando há dificuldades devemos perguntar se estamos a fazer o que é correto e com empenho adequado.
 
 
A TODOS OS ALUNOS DE FILOSOFIA DO CAD,
VOTOS DE BOM TRABALHO

Nenhum comentário:

Biblioteca do Blog

Como Estudar

Ver vídeo aqui

Lições de Ética

ver vídeo aqui e aqui

Autismo

Ver vídeo (foolish Wise ones) aqui e aqui

Léxico de Psi.

Emotional intelligence Type of intelligence defined as the abilities to perceive, appraise, and express emotions accurately and appropriately, to use emotions to facilitate thinking, to understand and analyze emotions, to use emotional knowledge effectively, and to regulate one's emotions to promote both emotional and intellectual growth.

Glossário de Psicologia Clicar aqui

Conceito de Mãe: Apesar de algumas competências exigidas a uma “mãe”, para criar e/ou educar uma criança, se relacionarem com a vertente biológica, a maior parte delas são desenvolvidas por aprendizagem social. Assim, quando falamos em “mãe”, não estamos propriamente a referir-nos à mulher que dá à luz, mas sim a um adulto significativo possuidor das competências necessárias para cuidar de um bebé e que, dispondo de tempo para dedicar à criança, se mostra capaz de lhe proporcionar experiências positivas, estimulantes, e de lhe dispensar a atenção e o afecto necessários, de forma a possibilitar o desenvolvimento das suas potencialidades.

J. S., n.º14, 12º ano CAD