12 de jun de 2012

Ethos, Pathos e Logos


 Original:aqui

A comunicação é uma das habilidades mais importantes da nossa vida. Passamos a maior parte de nossas horas nos comunicando. Mas, considere o seguinte: Você passou anos aprendendo a ler e escrever, anos aprendendo a falar. E quanto tempo aprendendo a escutar? Qual foi o treino ou a instrução que lhe permitem ouvir com atenção, de modo que possa compreender profundamente outro ser humano? Se você deseja interagir eficazmente com qualquer pessoa e influenciá-la, seja em uma entrevista, dinâmica ou em um simples bate-papo, primeiro precisa compreendê-la. À medida que você aprende a entender mais profundamente as pessoas, vai descobrir grandes diferenças em sua percepção.
Procure primeiro compreender, depois será compreendido(a).
Os antigos gregos tinham uma filosofia magnífica, que se encontra embutida em três palavras organizadas em seqüência: Ethos, Pahos e Logos:
  • Ethos é a sua credibilidade pessoal, a fé que as pessoas têm em sua integridade e competência. É a confiança que você inspira, uma espécie de conta bancária emocional.
  • Patos é seu lado empático - o sentimento. Quer dizer que você está sintonizado com a confiança presente na comunicação da outra pessoa.
  • Logos é a lógica, a parte pensada da comunicação. Na sequência, teremos: seu carácter, seus relacionamentos e a lógica de sua mensagem.
A maioria das pessoas, ao apresentar uma ideia, vai imediatamente para o logos, a lógica do cérebro esquerdo. Querem convencer os outros sobre a validade de sua lógica, sem primeiro levar em consideração o Ethos e o Pathos.
A comunicação oral é uma habilidade de expressar-se claramente em conversas e interações com outros. Um profissional que demonstra essa competência:
  • É facilmente compreendido, pois fala claramente.
  • Adapta o conteúdo do discurso ao nível e experiência da audiência.
  • Utiliza linguagem formal e escolha das palavras adequadas ao discurso oral.
  • Organiza suas idéias claramente no discurso oral.
  • Expressa suas idéias de forma concisa.
  • Mantém contato visual quando conversa com outros.
  • Resume ou faz paráfrase sobre aquilo que entendeu sobre o que os outros disseram, para evitar mal-entendidos.

Nenhum comentário:

Biblioteca do Blog

Como Estudar

Ver vídeo aqui

Lições de Ética

ver vídeo aqui e aqui

Autismo

Ver vídeo (foolish Wise ones) aqui e aqui

Léxico de Psi.

Emotional intelligence Type of intelligence defined as the abilities to perceive, appraise, and express emotions accurately and appropriately, to use emotions to facilitate thinking, to understand and analyze emotions, to use emotional knowledge effectively, and to regulate one's emotions to promote both emotional and intellectual growth.

Glossário de Psicologia Clicar aqui

Conceito de Mãe: Apesar de algumas competências exigidas a uma “mãe”, para criar e/ou educar uma criança, se relacionarem com a vertente biológica, a maior parte delas são desenvolvidas por aprendizagem social. Assim, quando falamos em “mãe”, não estamos propriamente a referir-nos à mulher que dá à luz, mas sim a um adulto significativo possuidor das competências necessárias para cuidar de um bebé e que, dispondo de tempo para dedicar à criança, se mostra capaz de lhe proporcionar experiências positivas, estimulantes, e de lhe dispensar a atenção e o afecto necessários, de forma a possibilitar o desenvolvimento das suas potencialidades.

J. S., n.º14, 12º ano CAD